O Futebol e Eu (parte II)

Posted on quarta-feira, 9 julho 2008. Filed under: Sem-categoria |

Apesar de tudo o que disse no post abaixo, tento não esconder minhas ambigüidades e ser um homem aberto a mudanças.

Nada tenho, por exemplo, contra o Futebol de Salão. Como a maioria das pessoas, joguei bastante futsal tanto em quadra quanto em campinhos improvisados. É um jogo rápido, muito intenso, com muitos gols. Uma cria 100% brasileira que, acredito, poderia ser apreciado no mundo todo.

Há cerca de um ou dois anos, comecei a perceber em mim algum interesse pelo Futebol de Campo. Não exatamente pelo esporte em si, mas por todo o universo que existe em volta dele. Me senti tentado a acompanhar o que as pessoas discutiam sobre o Futebol. Mesas Redondas, debates, artigos, opiniões, etc.

Percebi que o futebol é um esporte a parte dos outros por um motivo muito especial. Não é um jogo para super homens. Não há necessidade de ter um corpo ultra lapidado para ser um jogador profissional. Você não precisa ter nascido pra isso. Ou melhor, todos já nasceram para jogar futebol. Não importa se você é baixinho, magro, muito alto, marombado, etc. Você sempre vai achar um lugar no time. Isso é muito diferente dos outros esportes que atualmente são reservados para os que têm super pulmões, super músculos, os que podem pagar por tratamentos e treinamentos caríssimos. Todos podem se identificar com um jogador de futebol. Uma pessoa como o Romário dificilmente seria um destaque em outro esporte. Mas ele não só é um grande jogador como é admirado no mundo todo. As pessoas conseguem se ver jogando como ele, mesmo sendo pobres e de baixa estatura. O que conta é a visão de jogo, o drible e o jogo de corpo.

O Futebol é um esporte popular e não excludente. Até hoje, de todos os vencedores da Copa do mundo apenas 3 são países ricos. Se considerarmos apenas o pós guerra, do total de copas só 5 são destes países, as outras 8 são de países pobres ou remediados (incluindo Itália e Argentina).

Há também o caso da Camisa, assim mesmo com c maiúsculo. Vocês já prestaram atenção no que significa a camisa do Brasil? Sendo o Futebol o esporte mais popular do mundo e sendo o Brasil disparado o pais mais importante e de maior número de vitórias, a camisa amarela torna-se portanto a camisa mais importante do mundo. É vestida com orgulho e admiração por pessoas de todas as culturas. É um símbolo de coisa bem feita. E feita com arte. Não tem camisa de basquete americano que chegue perto. Mesmo uma camisa da Alemanha não é páreo para uma “Canarinho”. As pessoas querem ostentar a palavra Brasil!

Não é pouca coisa!

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

2 Respostas to “O Futebol e Eu (parte II)”

RSS Feed for Uma Outra Viagem Comments RSS Feed

Excelente os dois posts sobre o futebol. A aura do futebol é algo realmente complexo e fascinante. Há um livro excelente sobre o tema que é o “Como o futebol explica o mundo”. Onde o camarada traça paralelos de situações ‘geo-políticas’ com importantes acontecimentos futebolísticos.

eu gosto como vc organiza as idéias e concatena o
a opnião.. só precisa saber distinguir entre América e ABC né?

:P


Where's The Comment Form?

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: